ALGUNS INGREDIENTES QUE VOCÊ DEVE EVITAR NOS COSMÉTICOS – PARTE 1

ALGUNS INGREDIENTES QUE VOCÊ DEVE EVITAR NOS COSMÉTICOS – PARTE 1

Quem me acompanha por aqui sabe que sou meio chatinha para cosméticos e que presto atenção em cada ingrediente e faço questão em colocar todos eles nas resenhas que escrevo por aqui. Alguns compostos e elementos podem até passar uma vez ou outra, mas o fato é procuro evitar aqueles mais polêmicos e também os que já são comprovadamente perigosos, contudo mesmo assim são permitidos pela legislação brasileira não só em cosméticos, mas em alimentos também. Hoje vamos começar a ver os ingredientes que você deve evitar nos cosméticos e como é muita informação, resolvi dividir a postagem para não ficar muito cansativo de ler, certo?

Parabenos

Os parabenos são substâncias largamente utilizadas como preservantes em cosméticos, alimentos industrializados, como as salsichas e medicamentos , como a vitamina C em gotas. Aquele suplemento famoso, chamado emulsão Scott (VIT A e D) é cheio de parabenos. A escolha da indústria pelo conservante se fundamenta no baixo valor agregado , o que potencializa os lucros e também pela capacidade de preservar os produtos por mais tempo.

Estudos envolvendo os parabenos

O periódico Journal of Applied Toxicology, publicou um estudo que sugere a atividade estrogênica dos parabenos. Outro estudo, em Brunei, no Reino Unido, mostrou que houve uma leve atividade estrogênica ligada aos parabenos. O butilparabeno foi o mais agressivo. Chegou a competir com 3H-estradiol, que temos no nosso corpo, pelos receptores de estrogênio. A competição foi verificada em cobaias. Além de competir, o bultilparabeno não ficou só na disputa, venceu o hormônio natural e se ligou ao receptor, bagunçando os hormônios.

Há fortes indícios de que os parabenos tenham ação estrogênica e alergênica e eu acredito muito nisso porque todas as vezes em que usei produtos para o rosto com esse preservante eu tive espinhas além do normal. Mas o que é isso de ação estrogênica? Bom, nada mais é que agir da mesma forma que os estrogênios no nosso corpo.

Os estrogênios são responsáveis pelo crescimentos das mamas e pela multiplicação de seus elementos glandulares, também são os culpados pelo aumento de concentração de gordura em áreas como quadris e coxas. Ou seja, esse hormônio, mais abundante nas mulheres, considerado um hormônio feminino, é o que nos confere características femininas.

Os parabenos e sua competição com os nosso hormônios

O problema dos parabenos é que eles competem com esse hormônio natural que já temos. Ao invés dos estrogênios se ligarem aos seus receptores, o que é natural, quem se ligam são os parabenos, causando uma série de desequilíbrios hormonais, já que, de fato eles são apenas substâncias sintéticas.

A bagunça causada pelos parabenos possivelmente, pode ocasionar infertilidade nos homens e até câncer nas mulheres. Apesar de serem necessários mais estudos, é melhor evitar que pagar pra ver.

O que contém os parabenos que  mais deve ser evitado 

Evite, mesmo a todo custo, produtos que sejam usados na região axilar, pois permanecem por um período mais prolongado na pele e favorece a absorção maior dos parabenos, expondo o tecido mamário.

Como procurar nos rótulos pelos parabenos

Procure pelo seguintes nomes par ver se o cosméticos possui parabenos na composição: Metilparabeno (E218), Etilparabeno (E214), Propilparabeno (E216), Butiparabeno, Isobutilparabeno, Isopropilparabeno

Etanolaminas

As etanolaminas são compostos de amônia muito utilizados em cosméticos para deixá-los mais encorpadinhos ou para formar espuma. O perigo desses compostos está na exposição prolongada, que pode ocasionar desde insuficiência renal até hepática. Também pode ocasionar lesões no sistema nervoso. Alguns  estudos indicam que algumas etanolaminas podem causar câncer, mas o estudo não foi conclusivo em humanos.

Como procurar nos rótulos pelas etanolaminas

Procure pelos seguintes nomes: Cocamida DEA, Dietanolamina, trietanolamina TEA, Cocamida MEA, Lauramida DEA.

Ftalatos

Os ftalatos são um conjunto de substâncias cuja finalidade é amolecer plásticos rígidos, tornando-os mais maleáveis. Nos cosméticos são usados para conseguir o efeito de brilho, fixação da cor e do perfume, a fim de que durem mais tempo. Em hidratantes, sabonetes líquidos e shampoos são responsáveis ou pelo aspecto muito líquido ou pela extrema cremosidade.

O ftalatos são altamente tóxicos e possivelmente cancerígenos. Desregulam os hormônios e podem provocar uma série desde infertilidade à câncer de mama.

Como procurar nos rótulos pelos ftalatos

Procure por nomes como phthalates, dibutylphthalate (DBP), dimethylphthalate (DMP), diethylphthalate (DEP). Em português podem aparecer assim: butila, benzila, dibutila, diciclohexila, dietila, diisodecila, di-2-etilexila e dioctila.

Óleo mineral

O óleo mineral é  a maior enganação da indústria cosmética que promete hidratação. Não hidrata nada. se for usado para fazer o contrário ainda vai, mas dizer que óleo mineral tem poder hidratante é demais. O óleo mineral apenas lubrifica, dá aquela sensação de emoliência, mas não hidrata, só lambuza. Aí a gente fica achando que esse derivado do petróleo hidratou só porque deixou a pele mais lisinha ou o cabelo mais soltinho, pura enganação.

Nos cabelos, no longo prazo, além de ressecar, pode obstruir os folículos pilosos e fazer os nossos fios caírem e também impedir o crescimento dos cabelos. Mas não para por aí, os malefícios do óleo mineral ultrapassam pele e cabelos. Não sei se vocês, mas houve um tempo que era comum os médicos receitarem óleo mineral como laxante.

Sem saber das implicações dessa prática, muitos idosos tomavam o óleo, crianças também e aumentavam o risco de desenvolver uma espécie de pneumonia, a pneumonia lipídica, que ocorre quando frações de óleo mineral se depositam nos pulmões e endurecem, como se fosse cera. A inalação do óleo também pode causar isso. E uma das formas super fáceis de inalar esse óleo é quando o mesmo é aplicado nos cabelos, e fazemos escova e chapinha. Um perigo!

Como procurar nos rótulos pelo óleo mineral

Procure pelos seguintes nomes: Parafina Líquida, Mineral Oil, Paraffinum Liquidum, Petrolatum.

Bom agora que você já sabe alguns dos ingredientes que são interessantes evitar é só conferir o rótulo dos produtos. Nem sempre vamos encontrar o produto perfeito, isento de todos os elementos que são nocivos. Mas é interessante sabermos a fim de escolhermos aqueles ou que contém menos, ou que não contém essas substâncias que podem causar mal à saúde.

Qualquer dúvida, é só deixar um comentário.

Tenham um dia abençoado, cheio da graça de Deus!

Palavra do dia: Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.
João 15:7

Referências:

Harvey PW. Parabens, oestrogenicity, underarm cosmetics and breast cancer: a perspective on a hypothesis. J Appl Toxicol. 2003 Sep-Oct; 23(5):285-8. Commento on: J Appl Toxicol. 2003 Mar-Apr;23(2):89-95.

Chen J, Ahn KC, Gee NA, Gee SJ, Hammock BD, Lasley BL. Antiandrogenic properties of parabéns and other phenolic containing small molecules in personal care products. Toxicol Appl Pharmacol. 2007 Jun 15;221(3):278-84. Epub 2007 Mar 27.

FERRARI, N. Ingredientes que você deve evitar em cosméticos, alimentos e medicamentos . Disponível em: https://lookaholic.wordpress.com/2012/12/10/ingredientes-que-voce-deve-evitar-em-cosmeticos-alimentos-e-medicamentos-parte-1/

http://www.ecycle.com.br/component/content/article/67-dia-a-dia/2183-ftalato-ftalatos-plastico-maleavel-rigido-brinquedos-copos-pvc-esmalte-brilho-fixacao-cometicos-quimicos-hidratante-spray-problemas-fertilidade-masculina-reproducao-feminina-cancer-figado-rins-.html

ALBUQUERQUE FILHO, Alfredo Pereira Leite de. Exogenous lipoid pneumonia: importance of clinical history to the diagnosis. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 32, n. 6, p. 596-598, 2006.

http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35/1803-dietanolamina-substancia-quimica-e-seus-derivados-presentes-em-diversos-produtos-de-higiene-e-cosmeticos-sao-possivelmente-cancerigenos.html

2 Comments

  • Reply Isabel Borgert junho 11, 2016 at 3:00 pm

    Bom dia Dani
    Isto não é ser chata, é ser sábia.Eu não sabia deste detalhe, sempre que vou comprar meusprodutinhos nunca me ligo no rótulo.Vou ficar mais atenta agora, até fotografei os detalhes para ter sempre a mão e conferir,
    Muito bom seu post.
    Bjão ótimo fim de semana!!

    • Reply Daniele Leite junho 11, 2016 at 3:14 pm

      Que bom que gostou Isabel. Eu sempre procuro saber porque sou cheia de alergias e algumas empresas não se importam muito com que estão oferecendo pra gente. Elas querem saber é se vendem, por isso sempre que vou comprar meus cosméticos, eu leio o rótulo com atenção. Como falei no post, é muto difícil encontrar um produto assim 100% livre de tudo o que é nocivo, mas pelo menos podemos equilibrar, escolhendo aqueles que contém menos substâncias prejudiciais. Bjo!! Ótimo fim de semana pra você também!

    Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.