comprar menos

7 dicas para comprar menos e comprar melhor

7 dicas para comprar menos e comprar melhor

Quem não deseja comprar menos e comprar melhor? Acho que todos nós pobres mortais que damos duro para ganhar nosso dinheirinho, não é mesmo? A postagem de hoje é justamente para ajudar você nesse objetivo, comprar de forma consciente, comprar aquilo que precisa e dentro das suas condições.  Quero dividir com vocês o que tenho feito para comprar menos, melhor e não me arrepender depois.

1 – Tenha um objetivo

comprar menos

Se você não sabe o que está procurando será facilmente seduzida pelos apelos das lojas. Elas querem vender e você está decidida a comprar, mas se não sabe o que levar acabará levando a loja para casa, inúmeras peças em promoção  e um arrependimento no outro dia. Por que digo isso? Porque já vivi essa fase. Dinheiro não nasce em árvore, então precisamos ser prudentes.

Tenha em mente o que você precisa comprar. Faça uma lista. Se precisa apenas de um item (como o meu caso, a saia, por exemplo), saia determinada a cumprir seu alvo. Não se deixe seduzir pelas vitrines. Lembre-se: você saiu para comprar aquela peça ou os itens da sua lista.

2 – Escolha bem a roupa de ir às compras

roupa leve

Eu costumo sempre colocar roupas leves e fáceis de tirar e colocar. Nada de salto alto nesse dia, nada de sair de casa com fome, do contrário gastarei o dinheiro destinado às compras com comida! É isso mesmo, sou boa de garfo e como que nem uma peste.

Outra coisa que faço é levar acessórios e outros itens que estejam relacionados com a(s) peça (s) que preciso ou desejo comprar, dessa forma eu experimento junto e já vejo se fica bom ou não.

Uma boa peça vai combinar com outra que já exista no seu armário. Se uma blusa , por exemplo, exige que você compre uma calça, um sapato e uma bolsa para que o look fique harmonioso, a não ser que você esteja trocando o guarda-roupa, é interessante refletir se a compra realmente vale a pena.

3- Escolha uma pessoa de confiança e de paciência para ir junto com você

Eu sempre vou às compras com a minha mãe, porque sei que ela será sincera e não me deixará levar nenhuma aberração para casa. Meu marido também não deixa, mas ele não tem muita paciência para compras, aliás homem nenhum tem  não é mesmo?

Fora isso, a pessoa que vai com você deve ter disposição para andar . Detesto gente que reclama o tempo inteiro e fica dizendo: – Leva logo, você pensa demais. Pode ser minha amiga, mas aí quem perde a paciência sou eu. Se a pessoa topou ir com você ela aceitou o carma né? Por isso prefiro sempre ir com minha mãe que tem muito mais disposição que eu.

 

5 – Não acredite em conversa de vendedora

Não acredite em conversa de vendedor, pois ele só quer uma coisa: vender (salvo raríssimas exceções que se importam com você)

Elas vão dizer que a roupa que a roupa tá linda, que valoriza você, que só há uma peça no estoque e coisas assim. Cabe você ser racional o suficiente para pensar ou cair nas táticas manipuladoras e levar o que que você nem ponderou direito se era bom ou não para você

 

 6- Siga a sua intuição e tenha prudência

 

comprar menos

Sabe quando  sentimos que não vamos usar aquela roupa ou que não devemos levar? Nunca ignore isso. Esse feeling já me fez evitar várias compras inúteis e erradas, além de impedir que eu gastasse o que não tinha com uma peça que não valia (seja pelo tecido ou simplesmente porque não combina com quase nada). Levar o que você pode pagar é regra, isso é prudência. Não compre por constrangimento, tampouco por impulso. Há sempre outro vestido, outro sapato.

7 – Não parcele roupa com se parcela eletrodoméstico

cartão de crédito

Tenho visto muitos  desatinos fashion ao longo das minhas andanças pelas lojas. Pessoas que gastam cerca de R$1000 em lojas de departamento só roupas e a maioria delas em promoção. Parcelam no máximo de vezes que a loja oferece e aceitam aquela proposta desgramada da vendedora de parcelar para antecipar. Respondam-me : que sentido faz parcelar uma coisa para antecipar?

Compre menos, parcele no máximo em três vezes e isso se a compra for considerável. Dê uma entrada para abater o valor das parcelas. Não fique sócia da loja tendo praticamente uma mensalidade todo mês para pagar.

7 – Não se iluda com acessórios baratos

comprar menos

Recentemente, vi uma calça jeans linda, quase perfeita que custava mais de R$100,00 por R$49,90 e de cara já fiquei desconfiada. Não que todo produto em promoção esteja com defeito, mas é sempre bom dar aquele olhar mais acurado para não levar gato por lebre.

Sempre que vou comprar calças jeans eu olho as pernas das calças e meço bem direitinho. Se uma parte da costura da parte interior das pernas estiver mais para o meio, na hora de vestir a perna da calça vai rodar e  dependendo da cor o defeito vai ficar bem visível. Roupa barata pode dar prejuízo, porque dependendo do defeito você não conseguirá usar.

Vale comprar mais caro uma roupa com bom caimento, tecido resistente e confortável do que uma peça barata que vai dar dor de cabeça e ficará encostada no armário. Lembre-se de calcular o custo benefício.

Às vezes, eu costumo gastar um pouco mais com bolsas, porque dependendo do modelo, fico chateada quando o produto começa a se desmanchar como uma bola de neve. Prefiro ter poucas e boas bolsas do que várias de qualidade ruim. Não quer dizer que eu só tenha bolsas caras, mas se eu perceber que o material é bom e vale a pena, pago um pouco mais pela qualidade.

Então, o que comprar?

Mas então o que comprar? Só os caros? Nada de baratinhos? Os dois, meu povo. Compre caros e baratos , dentro do seu orçamento, mas sempre observando o tecido, no caso de roupas, a usabilidade da peça, a procedência…

 

Essas foram apenas alguma dicas e que espero de coração que ajudem você a comprar melhor, de forma mais consciente e com mais economia. Veja também outras postagens da categoria MODA clicando aqui.

 

Palavra do dia: Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.
1 Timóteo 4:16

 

2 Comments

  • Reply Isabel Borgert junho 25, 2017 at 3:40 pm

    Olá
    No quesito comprar sou meio desajeitada.Tenho o hábito de passar em um certo shoping e em uma certa loja não muito barata e me “distrair” um pouco.
    Tenho problemas com roupas, quando da na cintura não dá no quadril e vice versa. muitas vezes quando gosto de uma coisa compro duas iguais e assim vai.mas a maioria das vezes não gosto das coisas, hoje em dia em termos de roupas elas andam muito padronizadas e não gosto disso.Gosto de coisas diferentes,
    Sobre roupas sou vidrada em maxi coletes talvez porque tenha que esconder algumas coisas que não gosto.
    Acho que sou uma compradora inveterada.
    Bjs Dani bom domingo,

    • Reply Daniele Leite junho 29, 2017 at 9:32 pm

      Olá Isa, eu já fui daquelas que compra sem pensar e não sua metade do que comprou. Hoje faço escolhas mais pensadas na necessidade, no conforto e no bom senso. Sempre há aquele item do exagero, o meu fraco são sapatos oxford, mas estou me policiando bem , graças a Deus rsrs
      Bjs . Boa semana!

    Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.