moça bonita-de dentro para fora

De dentro para fora: não adianta bela viola por fora

De dentro para fora: não adianta bela viola por fora

Há um ditado antigo que diz: Por fora bela viola, por dentro pão bolorento. Jesus nos fala sobre isso nos Evangelhos quando confronta o estilo de vida os fariseus, os quais se preocupavam mais com o exterior do que com o interior.Eles não viviam uma vida de dentro para fora, mas queriam consertar o interior através de práticas externas.

Uma vez que o homem é corrompido interiormente, de nada vale corrigi-lo exteriormente. Essa mudança deve operar de dentro para fora e isso só Cristo pode fazer.

Uma pequena história

Watchman Nee, em seu livro “O Sentido da Vida”, nos conta uma história que ilustra bem essa questão da corrupção humana e de suas tentativas de sanar o problema tentando ter bons hábitos, ou apenas limpando a sujeira de fora.

As bonecas de barro

O Sr. Nee tinha uma amigo que havia comprado umas bonecas de barro para  filha pequena. Eram bonecas delicadas, feitas com todo esmero e pintadas exteriormente e cuidadosamente decoradas com cores brilhantes.

A filhinha do amigo do Sr. Nee tinha apenas sete anos e contente com o presente tratou logo de dar carinhos às bonecas e colocá-las para dormir. Quando chegou a hora de alimentá-las , ela tentou colocar arroz cozido na boca delas e ficou chateada porque as mesmas não comiam.

O rosto das bonecas ficou sujo

O rosto das bonecas ficou cheio de gordura e arroz e a menina, agindo como mãe das bonecas, à semelhança de como sua mãe dela cuidava, começou a limpar o rosto das bonecas com água e toalha.

Mas à medida que ela tentava limpar a coisa só piorava. Cada vez que ela limpava um trecho do rosto, aparecia uma mancha escura. Não demorou muito para não restasse mais um rosto de boneca e a menina começasse a chorar.

O pai da menina, amigo do Sr. Nee pediu à criança que jogasse as bonecas fora e foi enfático em afirmar: – bonecas de barro não podem ser lavadas, vou comprar-lhe uma boneca nova.

Não basta ser bom, é preciso ser transformado

Tentar aperfeiçoar o comportamento humano por si mesmo é como tentar lavar o rosto de bonecas de barro. Não basta sermos bons se a maldade anda continua em nós. Não basta doarmos dinheiro para caridade ou para igreja, se não há amor em nós e só fazemos isso para não nos sentirmos mal ou para aparacer.

O conceito humano é esse. Se nos comportamos bem, deixarmos a mentira de lado, o orgulho, ou seja , se tivermos boas obras no nosso currículo, seremos pessoas melhores.

Mas Deus diz o contrário. Ele fala que nossas justiças não passam de trapos. E isso porque seres corrompido pelo pecado não podem produzir algo genuinamente bom, exceto se forem transformados. Essa transformação é dentro para fora e quem a faz é Deus.

A corrupção do homem

A corrupção exterior do homem é causada pela corrupção interior. Não é de admirar que vejamos tantas pessoas lotando igrejas, mas tão distantes de Deus. A igreja não muda ninguém, pode até induzir a uma mudança de hábitos, de vida exterior, mas se não houver um novo nascimento é como a semente lançada em solo raso, não vai germinar.

Nos nossos trabalhos, muitas vezes quem mais decepciona são os cristãos. Porque o mundo deseja ver a luz de Cristo em suas vidas e acabam vendo o contrário.

São aqueles empregados que não honram a Deus no seu trabalho, mas a boca está cheia dEle. Cantarolam mantras cristãos. Falam glória a Deus a todo instante, identificam-se a si mesmos como crentes, mas são os primeiros a praticar pequenas contravenções no dia a dia que vituperam a cruz de Cristo. E muitas vezes usam o nome de Deus para praticarem injustiça. É como diz aquele versículo de Isaías:

O Senhor diz: “Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam só é feita de regras ensinadas por homens. Isaías 29:13

A solução

E como alcançar uma vida plena? Como conseguir fazer coisas boas? Como mudar de vida? A solução é de dentro para fora e consiste em deixar Cristo transformar a sua vida. Para isso é necessário reconhecer nossa condição de pecadores, por mais que tentemos não passamos um dia sem pecar, sem cometer atos que não agradam a Deus.

O segundo passo é confiar que Cristo tem o poder, dado por Deus e mediante o seu sacrifício na cruz, de perdoar todas as nossas transgressões.  Quando fazemos isso, o Espírito Santo de Deus vem habitar em nós , lançando fora a vida corrompida e nos regenerando para uma nova vida.

Cristo não muda o nosso comportamento exterior, ela muda a nossa vida como um todo. Passamos a deixar certas coisas de lado não porque pessoa A ou B vai pensar isso ou aquilo, mas porque sentimos prazer em não fazê-las, sentimos alegria em agradar a Deus e isso nos faz livres, alegres e vitoriosos. Não significa uma vida sem problemas, mas uma vida com esperança.

Deseja mudar?

Você deseja mudar? Sente que há algo fora do lugar? Você está reformando sua vida ou recebeu a vida de Deus? Há uma diferença enorme no aperfeiçoamento moral e externo da nossa vida e da vida que Deus nos dá em Cristo.

A fé em Jesus coloca a vida de Deus em nós, regenera-nos , fazendo de nós novas criaturas. Torna-nos capazes de viver a vida de Deus aqui na terra. Há uma vida divina preparada para aqueles que entregam o coração de verdade para Deus. Eu desejo essa vida a você.

Leia também: A necessidade de olhar no espelho

Palavra do dia: E a vida eterna é esta: que te conheçam a Ti, o Único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3

4 Comments

  • Reply Simone Benvindo abril 3, 2017 at 8:37 pm

    Daniele, o mundo inteiro precisa ler seu texto. <3 Tocou lá na alma. Deus é maravilhoso. Posso compartilhar ?
    Beijos

    • Reply Daniele Leite abril 4, 2017 at 1:54 pm

      Claro que pode Simone, à vontade! Bj! Obrigada!

  • Reply Gabriele - Uma louca por Jesus Cristo abril 19, 2017 at 2:12 pm

    Que profundo, excelente reflexão. Logo eu, que amo textos assim ♥

  • Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.