olhar no espelho

É bom olhar no espelho de vez em quando

É bom olhar no espelho de vez em quando

Na minha caminhada cristã tenho visto todo tipo de comportamento quando o assunto é a vida alheia. Eu mesmo já pequei bastante quanto a isso julgando de forma severa, criticando quando deveria demonstrar amor e apoio.

Mas à medida que o tempo passa e quando olhamos para o que Jesus fez, vemos que não podemos ser tão duros. Podemos admoestar, podemos aconselhar, mas não devemos acabar de destruir a vida de quem está cheio de problemas.

Por muitas vezes no pegamos querendo guiar a vida do outro e catalogar de acordo com as aparências, baseando-se na nossa própria vida falha. Se fizermos essa comparação com Deus, a verdade é que ninguém escapa, somos todos pecadores.

Davi desprezado por Mical

Mical prezou as aparências e não gostou do comportamento do seu marido diante do povo de Israel após a Arca da Aliança ter voltado à Jerusalém.

Para Mical Davi estava se rebaixando ao fazer na frente do povo. Davi era um homem simples, apesar de ser rei.

Davi, um homem segundo o coração de Deus foi desprezado por Mical porque dançou de alegria diante do Senhor.

“… Mical, a filha de Saul, estava olhando pela janela; e, vendo ao rei Davi, que ia bailando e saltando diante do Senhor, o desprezou no coração” (2Sa 6:16).

Davi estava errado? Mical estava certa em desprezá-lo por achar que estava fazendo papel de ridículo. Vale lembrar que Mical era propensa a adorar ídolos, prática considerada profana para os servos de Deus,  mas não se olhou no espelho antes de criticar Davi por explodir de alegria diante de Deus.

Devemos no olhar no espelho. Devemos primeiro retirar o argueiro que está no nosso olho antes de criticarmos A ou B.

Eu sei que pelos frutos conheceremos alguns é claro. E que  dá si para saber se alguém está ou não tão bem com Deus de acordo com algumas atitudes ou companhias, mas não vemos tudo, só vemos algumas partes. Não conhecemos o interior.

Uma coisa que só Deus pode esquadrinhar é o coração. Antes de sentarmos a mão para falarmos mal, devemos orar por tal pessoa. Antes de olharmos os erros alheios devemos ver os nossos.

Por isso que devemos sempre estar nos examinando e olhando no espelho de vez em quando, para, além de não cometermos injustiças, não agirmos com soberba.

A necessidade de  olhar no espelho

Quando quisermos gerir a vida dos nossos irmãos sem nem sabermos direito o que se passa com ela, sem saber de suas dores, seus sonhos, mas apenas baseados nos achismos e nas especulações do nosso coração, é bom olharmos para dentro de nós mesmos e vermos se possuímos autoridade para fazê-lo.

O que quero dizer com autoridade? Quando digo autoridade falo de conhecimento. Não podemos opinar sem saber o assunto. Não posso aconselhar sem conhecer o problema.  É como querer dar um diagnóstico médico sem um exame sequer.

Se eu quero aconselhar sem conhecer o outro, se eu quero dar lições de moral sem nunca ter vivido aquele problema, que autoridade eu tenho?  Ou uma coisa ou outra. Ou eu passei por aquilo e posso ser útil ajudando o meu irmão, ou eu o conheço tão bem que serei capaz de fazer isso, em Cristo.

Mas se eu quiser fazer na base do que eu acho ser certo, vou provocar apenas a ira de tal irmão e criar nele um sentimento ruim, de que tal pessoa nem sabe o que está se passando mas acha-se no direito de querer determinar com a sua vida deve ser.

Pedindo sabedoria

Antes de chegarmos com nossas palavras duras ou com o silêncio deliberado, busquemos em Deus sabedoria para ajudar nosso irmão ou amigo que estiver passando por problemas. Oremos por ele, conversemos sem querer impor o que deve ser feito, mas com o intuito de primeiro conhecer.

Antes de sair sentenciando a vida das pessoas  com base nos nossos fracos julgamentos, peçamos a Deus sabedoria para fazer o que deve ser feito. É muito fácil falar, é muito fácil ser crítico da vida dos outros, difícil mesmo é fazer isso com a própria vida. Examinemos a nós mesmos.

Palavra do dia: Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
Mateus 7:1,2

2 Comments

  • Reply Gabriele julho 14, 2016 at 7:41 pm

    Primeiro: Amei seu texto!

    Segundo: Você está escrevendo cada dia melhor!

    Amo seu blog Dani. Sumi por uns dias ,mas me justifiquei lá no blog, rsrs, por isso não tinha aparecido aqui com muita frequência! Beijão ♥

    • Reply Daniele Leite julho 16, 2016 at 3:54 pm

      Eu agradeço demais! Como é bom ler isso !!! Eu também andei meio sumida dos blogs, organizando o blog e estudando, mas já fui lá tentar alcançar a Sara Martins na promoção do Blog, mas tá difícil viu!
      Bjo!

    Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.