LIDANDO COM OS NOSSOS DEFEITOS

LIDANDO COM OS NOSSOS ‘DEFEITOS’

 

É bem raro encontramos nos dias de hoje alguma mulher que esteja totalmente satisfeita com a sua aparência. Sempre há uma coisinha aqui, outra ali que nos incomoda. Mas isso não deve virar obsessão e também devemos ter em mente que o padrão que a sociedade nos impõe é desumano e esse padrão é ditado pela mídia que não sabe metade do que eu você passamos, portanto, vamos cultivar a nossa autoestima lá em cima independentemente dos padrões e quanto aos ‘defeitinhos’ que achamos que temos, procuremos corrigir da forma mais saudável que existir, sem ‘neuras’ e sem se colocar para baixo.

“Vamos cultivar a nossa autoestima lá em cima independentemente dos padrões”

 

A TÃO SONHADA PELE DE PÊSSEGO

Eu, muitas vezes, fiquei lamentando por não ter a mesma pele de bebê que um dia possui (isso até os meus 22 anos). Certo dia meu organismo resolveu dar uma bagunçada por causa de uma síndrome nojenta (Síndrome dos Ovários Policísticos- SOP) .Eu não quis fazer o tratamento pois deveria tomar hormônios. Até tentei começar , mas não me adaptei e sentia fortes dores de cabeça. Então o jeito foi conviver com a SOP e tentar driblar os seus sinais e sintomas. Minha pele ficou cheia de espinhas e como eu não sossegava, espremia, cutucava e essa mania horrorosa me rendeu algumas cicatrizes, que detesto, que me irritam e que considero um defeito enorme. Mas aprendi a conviver com elas e a me aceitar. Quem sabe um dia eu possa fazer peeling mandélico ( a coragem tá chegando), mesmo com medo de ficar com a pele queimada, manchada…. mas… Prefiro esperar e ir tentando as alternativas naturais até chegar a uma medida mais severa. Nessa onda de defeito aqui, defeito ali, o que não podemos fazer é potencializar o que não achamos legal no nosso corpo. Eu procuro, por exemplo, lembrar de pessoas que exageraram tanto na busca da aparência perfeita que conseguiram exatamente o contrário. Alguns nem humanos parecem.

“Há pessoas que exageraram tanto na busca da aparência perfeita que conseguiram exatamente o contrário”

 

PONHA UM BELO SORRISO NO ROSTO

Em vez de gastar nossas forças tentando mudar o máximo de coisas que achamos que não gostamos e às vezes , até empurrar a nossa autoestima lá para baixo porque não temos o cabelo da Gisele ou a pele perfeita sem espinhas e manchas, deveríamos nos amar e aprender a valorizar os nossos pontos fortes, porque todas nós temos pontos fortes. Para isso a gente pode lançar mão da maquiagem, das roupas e acessórios. Podemos lançar mão também de um belo sorriso nos rosto e de amor próprio.

 

NÃO SE TORTURE, AME-SE

Ninguém é perfeito, nem a mais bela celebridade. Todos tem os seus pequenos incômodos de cada dia. Quase ninguém parece satisfeito com o tipo de corpo,  cabelo, corte… Muitas meninas alisam o cabelo, outras pintam, outras usam chapinha ou enrolam os fios com Miracurl. Nada de errado com isso,  mas o exagero sim não é legal. O fato é que , às vezes, só nós é que enxergamos alguns ‘defeitos’ e potencializamos de tal forma que isso chega a nos torturar.

Eu não tenho o cabelo liso, uso chapinha. Não vejo nada de errado em ter cabelo cacheado. Amo meus cachos, mas apenas quando o cabelo está bem longo. Já fiz escova progressiva mas isso pôs em risco a minha saúde. Então decidi parar de fazer essa escova, mas ainda gosto de variar o cabelo deixando ele lisinho. Portanto, recorro à chapinha. Mas não fico desesperada.  Nos dias que não dá para fazer chapinha assumo meus cachos ou então faço um rabo de cavalo. Já tive recaída de progressiva várias vezes. Sou humana. Mas decidi de fato não mais fazer, porque para mim não vale a pena. Aprendi a gostar do meu cabelo e ver as inúmeras possibilidades que ele me dá e aprendi também a mudar algumas prioridades.

 

MEU CONSELHO

Meu conselho é :  Use maquiagem, invista em roupas legais, cuide da sua mente, da sua vida espiritual (isso é o mais  importante). Uma mente sadia irradia luminosidade para os olhos e uma mulher cheia de Deus exala um perfume celestial. Ame-se , cuide-se, mas não perca suas raízes nem tampouco a lucidez em nome de um padrão de beleza que foi deturpado pelos homens. Você, eu e todas as mulheres temos nossa beleza. Não precisamos ser clones de gente famosa, embora possamos nos inspirar em algumas de suas maquiagens ou looks. Não precisamos ter o corpo magro e esquelético das modelos, mas é necessário cuidarmos de nosso corpo para termos saúde. Não precisamos ser quem não somos, mas aprender a nos amar e melhorar o que for possível mantendo sempre o equilíbrio e o bom senso.

 

 

Palavra do dia: “O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate.”Provérbios 15:13

2 Comments

  • Reply Ramao novembro 10, 2016 at 8:17 pm

    Muito legal as informações , seu artigo, parabéns por compartilhar.

  • Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.