amigas

A experiencia da mesa: o segredo para criar relacionamentos profundos

Share

A experiencia da mesa: o segredo para criar relacionamentos profundos

Comecei a ler o livro ” A experiência da mesa: o segredo para criar relacionamentos profundos”, de Devi Titus e no primeiro capítulo tirei uma lição valiosa que gostaria de compartilhar aqui nessa postagem. Uma reflexão sobre como pequenas coisas, se negligenciadas, tornam-se grande problemas. Pode parecer clichê, eu sei, mas considero a observação necessária, principalmente quando se trata da saúde e nossos relacionamentos.

O que deixamos escapar?

O primeiro capítulo do livro tem como título: “O que deixamos escapar?” Devi começa a abordar o assunto fazendo uma analogia com um evento trágico que ocorreu  em 1° de fevereiro de 2013.

A missão STS-107 do Columbia, o ônibus espacial da NASA, começou sua reentrada na atmosfera. Mas algo estava errado. Os sensores de calor externos da espaçonave tiveram um superaquecimento, um pico de temperatura. A comunicação ficou prejudicada, desordenada e subitamente foi interrompida. Naquele momento a missão STS-107 acabava de ser encerrada por conta da explosão da espaçonave que vitimou todos os seus tripulantes.

O ônibus já estava viajando pelo espaço há dezessete anos e nunca havia ocorrido um único incidente. Quando um investigador solitário sugeriu que a causa poderia ter sido uma minúscula parte do escudo de proteção de calor, os cientistas recusaram-se a aceitar.

Um pequeno detalhe

Mas o investigador era insistente e ele estava certo. A causa do acidente fatal  ocorreu por conta de uma pequena fissura num escudo protetor de calor . A rachadura cresceu a ponto de comprometer toda a espaçonave, pois causou aumento de pressão e calor , quebrando várias placas protetoras. Uma pequena fissura, ignorada, imperceptível, provocou danos permanentes e irrecuperáveis.

Uma pergunta

Assim também ocorre nos relacionamentos, nas amizades, nos casamentos, na relações de pais e filhos, na família.  A pergunta que Devi se fez foi a seguinte:

“Será possível que uma pequena função do lar, quando negligenciada, acabe causando a destruição de toda uma instituição familiar? Se for o caso, que função é essa?”

A resposta à essa pergunta foi uma pequena palavra de duas sílabas: mesa. Isso mesmo, mesa.

Muitos acontecimentos, ensinos e milagres foram feitos enquanto pessoas estavam reunidas, juntas à mesa. A mesa traz comunhão, compartilhamento, a mesa nos aproxima.

Famílias isoladas, mesmo dentro de casa

menina isolada

A tecnologia trouxe muita coisa boa. A comunicação é mais rápida e eficiente, mas parece que quando o assunto é comunicação interna, dentro dos lares, o cenário muda completamente. Estamos cada vez mais individualizados, menos comunicativos. Algumas famílias não sentam mais à mesa para comer.

Cada um fica no seu lugar especial, de preferência com o smartphone ao lado para não perder nenhuma notificação. As experiências à mesa estão cada vez mais raras e para alguns nem mais existem. Isso causa pequenas fissuras nos lares, pois aqueles que deveriam se conhecer bem, compartilhar coisas, dividir problemas, sonhos e bênçãos já não mais se conhecem direito.

Quando as famílias, os amigos, ou seja lar qualquer outro tipo de formação social deixa de congregar, deixa de fazer parte da vida um do outro, a sociedade sofre. Esse sofrimento é maior se essa formação social for a família em si e não um grupo de amigos, por exemplo.

Tudo começa em casa

cafe-da-manha

Um dos exemplos que Devi usa para ilustrar esse pensamento é a queda do império romano. Ela compartilha as contribuições do historiador inglês Edward Gibbon, o qual destacou cinco causas principais que contribuíram para o declínio do império romano.

Segundo Gibbon, as bases de qualquer civilização desmoronam quando o enfraquecimento vem de dentro. No topo da lista de fatores estão a corrosão da dignidade e da santidade do lar, a base para a sociedade humana.  ( “Five Basic Reason Great Civilizations Whiter and Die”, The Decline and Fall od the Roman Empire)

As famílias de hoje não ficam mais em casa. Para que ficar em casa não é mesmo? Há um mundo de diversão lá fora e todos podem escolher o que lhes for mais apropriado. Os natais são mais uma reunião de família onde as pessoas agradecem a Deus por Jesus, nosso salvador ou pelo ano que tiveram. Vai cada um para o seu lado. Os finais de semana em algumas famílias também são assim. Dessa forma o lar se transformou apenas uma espécie de hotel onde se dá bom dia ou boa tarde mas ninguém conhece ninguém profundamente.

Por mais momentos à mesa

cafe-da-manha-2

Fazer as refeições em família transforma relacionamentos. Você deve achar que estou exagerando, mas não estou. A hora da refeição é uma hora onde se aprende valores, como a gratidão a Deus pelo alimento.É como se Deus chegasse para jantar junto conosco.  É também aquele momento que temos para repartir. Sempre quando estamos à mesa é impossível não surgir uma conversa, não falar dos planos, da vida em si e isso aprofunda relacionamentos.

Uma mesa de amigos também cai bem

mesa de amigos

Eu gosto de reunir os amigos em minha casa, apesar de alguns nunca terem vindo e preferirem outros locais para nos reunirmos, por conta da distância. Mas mesmo quando nos reunimos fora, temos uma mesa.

Da última vez que reuni-me com algumas amigas queridas, conseguimos pegar uma mesa larga e comprida da praça de alimentação de um shopping aqui de Fortaleza, não poderia ter isso reunião melhor. Começamos nossa conversa aproximadamente às 11:00  da manhã e terminamos por volta das 15:00 tarde. Almoçamos juntas, agradecemos a Deus juntas pela vida, pois melhoramos muito em muitas coisas. Alegramo-nos juntas.

A mesa nos une

família

Não se qual os seus hábitos hoje, mas convido você a testar a experiência da mesa. Na hora do café, do almoço ou do jantar, o tempo que tiverem para estar em casa juntos, ou em simplesmente se puderem estar em casa , mas tiverem uma pequena mesa onde possam parar , comer e conversar, desligue-se de tudo e aproveite o momento. No tempo que se chama hoje momentos assim são raros.

Deixe que a mesa reúna você com seus amigos. Aprenda a receber pessoas. Reserve um tempinho na sua agenda cheia. Fortaleça os seus relacionamentos. Fortaleza as suas amizades, o seu casamento, o seu relacionamento com seus pais, irmãos, com aqueles que você julga importantes. Convide-os para um almoço, lanche ou jantar. Doe-se preparando ou arrumando o ambiente. Promova comunhão. Ah e não esqueça de convidar alguém muito especial para estar junto de vocês à mesa: Deus.

Relacionamentos que não alimentados tendem a se perder no tempo. Não quero dizer que só a mesa é capaz de recuperar uma amizade por exemplo, mas à mesa podemos reviver muitas coisas, podemos planejar outras, podemos aprofundar relacionamentos.

Palavra do dia: Finalmente, apareceu Jesus aos onze, quando estavam à mesa. Marcos 16:14

No Comments

Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.