armário inteligente

Armário Inteligente: Economia e praticidade na hora de se vestir

Armário Inteligente: Economia e praticidade na hora de se vestir

De nada adianta ter um guarda-roupa enorme, repleto de roupas , se você não consegue fazer bom uso delas. Um armário grande demais pode ofuscar a sua criatividade na hora de se vestir. Por isso, quero lhe apresentar a proposta do Smart Closet ou armário inteligente.

O que é um armário inteligente/Smart Closet?

Um armário inteligente nada mais é que um guarda-roupa funcional, que nos faz gastar menos dinheiro na hora de comprar e menos tempo na hora de vestir roupas.

Com faço para ter um armário inteligente?

Isso é o que quero que você conheça em alguns passos. Vou dividir com você  dicas para que você possa começar hoje mesmo a ter um guarda-roupa inteligente.

 

1 – Conheça seu estilo

armário-inteligente

O primeiro passo para ter um armário inteligente é ter roupas coerentes com seu estilo e seus valores. Tentar força a barra para inserir no seu armário uma determinada peça apenas porque todo mundo está usando ou ainda porque algum ícone fashion o faz, é um erro caso tal peça nada tenha a ver com você.

Essa atitude fará com que você gaste de forma desnecessária o seu dinheiro, pois provavelmente essa peça, se for usada, o será uma única vez, pois é certo que você não se sentirá bem vestindo-a. Digo isso por experiência própria.

Eu já tentei usar saias coladas no corpo, aquela tipo midi, listradinha. Pois é, a única que tenho ( nem listrada é ) uso em casa, pois não me sinto nada bem vestindo-a. Meus quadris ficam enormes com esse tipo de peça e não adianta ninguém dizer que está na moda ou que é bonito, pois eu não me sinto bem e se eu comprar um peça dessa ela vai ficar encostada em algum lugar do meu armário, sem uso.

2 – Invista em peças que usará a maior parte do seu tempo

como planejar um guarda-roupa

O seu guarda-roupa deve ser realista. Se você costuma passar oito horas do seu dia no trabalho, precisa, portanto, investir em mais peças para esse ambiente.

Não adianta , por exemplo, encher o armário de roupas para frio se você viaja apenas uma vez a cada dois anos para lugares assim. O melhor, nesse caso, é investir em peças coringas que possa ser combinadas com outras peças que você já possui.  Um Trench Coat é um exemplo. Escolha uma cor versátil como o preto ou o bege e pronto.

Eu tenho muitas roupas para caminhada e trilha. Priorizo as blusas com mangas compridas, uma proteção a mais contra os insetos na mata. Mas essa é minha realidade, então como estou sempre fazendo essas atividades, preciso ter roupa o suficiente para não ser pega desprevenida ou ainda acabar gastando mais recurso colocando a camiseta e calça que vou precisar na máquina para o outro dia ou ainda mais tempo.

3 – Tente, please, não duplicar as peças de roupa

armário-inteligente

Gostou muito daquela blusa linda de babado que a deixou com um visual bacana e feliz? Não leve duas , uma de cada cor, por favor. Eu fiz essa besteira com duas blusas  e advinha de que padrão de estampa? listras hehe (meu vício) e o fato é que só uso uma e quando uso, pois já tenho blusas listradas suficientes (Sim, elas são o meu fraco).

Roupas repetidas só servem para uma coisa: serem esquecidas em algum canto do armário. Por isso, pense duas vezes antes de comprar duas peças do mesmo modelo e de cores diferentes. Se gostar muito, pense na possibilidade de fotografar e depois encomendar de uma costureira a mesma peça, caso essa se desgaste com o uso.

4 – Invista mais em peças da parte de cima

armário-inteligente-blusa

É muito mais interessante e funcional ter mais peças para vestir a  parte de cima do que da parte de baixo do corpo. Camisetas, camisas, cardigans, casaquinhos e blusinhas sujam muito mais rápido do que calças e shorts por exemplo. Uma proporção bacana para não se perder no cálculo é de 5 para 1. A cada 5 blusas , 1 calça ou 1 short.

5 – Cuide bem das suas roupas

Uma das forma para ter mais economia e ter peças sempre com aparência de novas é cuidar bem de suas roupas. Algumas peças minhas, mais delicadas , são lavadas à mãos e outras eu o faço usando um saquinho para roupas delicadas que sempre compro na revista da Avon.

6 – Faça uma auditoria no seu guarda-roupa e desapegue do que não combina com você

Outra forma de ter um guarda-roupa inteligente é inspecionar o seu armário periodicamente, dessa forma você identifica o que não mais está usando, aquilo que não mias tem a ver com você. Essa semana eu encontrei um vestidinho que ganhei, com muito brilho, que na verdade nunca usei.

Já tentei de diversas formas criar uma situação favorável de uso para ele, mas sem sucesso. Ainda estou inclinada a fazer mais uma tentativa e depois disso, caso não consiga, vou desapegar de vez e liberar espaço no armário.

7 – Pratique o “Declutter”

Já ouviu falar em declutter? Esse termo era desconhecido para mim também até algum tempo. Depois que comecei a entrar numa vibe mais minimalista e isso não só em relação à moda, acabei conhecendo várias práticas mundo afora.

Eu não sou uma pessoa assim radical, mas gosto de saber o que a galera da organização e do estilo de vida mais clean anda fazendo e assim aplicar alguns conceitos na minha vida.

O declutter é um termo que vem do inglês e significa desapegar daquilo que traz desordem, caos , para a sua vida. Contextualizando com a moda é se desfazer do que está causando bagunça, ocupando espaço desnecessário, ou seja , se desfazer das tralhas.

Quero fazer um declutter no meu armário , na minha caixa de bijus, nos meus livros  e nos meus calçados  até dezembro. Depois de ver aquilo que eu não uso, que uso uma vez por ano ou que ganhei ou comprei e nunca usei, vou dar um destino bacana para essas coisas, vendendo no meu bazar ou doando.

É hora de praticar

Que tal começar a pensar na ideia de ter um armário inteligente? O primeiro passo é conhecer o seu estilo. Eu possuo um estilo mais esportivo,  valorizo muito o conforto e a liberdade de movimento quando o assunto é roupa. É esse o estilo que predomina no meu armário e que mais lanço mão no meu dia a dia no momento até por conta da minha profissão.

Mas, também passeio por outros estilos como o romântico, só que com muito cuidado, pois já estou com mais de trinta e não quero parecer ridícula usando roupa de menininha. O segredo é encontrar o equilíbrio.

Graças a Deus, consegui uma boa economia de tempo e dinheiro depois que resolvi me conhecer melhor quando o assunto é estilo. Dessa forma evito comprar o que não fica muito bem em mim, não compro por impulso e tenho um armário mais gerenciável, que trabalha a meu favor, um armário inteligente.

Se você acredita que essa postagem vai ser útil para alguém, compartilhe com carinho. Grande abraço!

Leia também: Mudança de estilo: quando é hora de tomar outro rumo

Palavra do dia: Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 1 João 5:12

No Comments

Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.