SOBRE A GREVE NA UFC

Share

 

Fazer faculdade e trabalhar é uma  rotina bem pesada. Deve haver planejamento, muita força de vontade e muita disposição. Como sou agradecida a Deus pela oportunidade e por suprir as minhas necessidades.
Mas a Universidade Federal do Ceara resolveu entrar em greve. Nada contra a greve, é um direito. Mas tudo contra a palhaçada que alguns professores estão fazendo com os alunos. Meu professor de Direito Previdenciário, pessoa sensata, mesmo não concordando com a greve resolveu aderir. Aderiu por respeito à democracia, aos seus colegas de profissão e aos estudantes. Mas outros professores preferem usar de terror psicológico, ameaçando alunos para que estes não deixem de ir às aulas ministradas por eles a afim de não cumprirem dois calendários ou, numa hipótese pior , estarem sofrendo assédio moral dos chefes de departamento, por se encontrarem em estágio probatório ou serem professores substitutos. E eu que pensei que as mazelas da educação estavam restritas à Educação Básica(Ensino Fundamental e Médio). Mas vejo que professor é desunido em todo lugar. Não é importa se é na Escola Estadual, Municipal ou no Ensino Superior, não há acordo e sempre tem aquele que quer ser o bonzão e furar uma decisão que é da maioria.

Não sou a favor da greve, mas sou a favor do respeito. Do respeito para com os estudantes, que estão tendo que frequentar apenas algumas aulas e depois terão que fazer as outras disciplinas dos professores que aderiram à greve num outro período. Dos estudantes que vêm do interior do estado para assistir disciplina sim , disciplina não; e também a favor do respeito para com os professores que abraçam a luta, que vencem ou não, mas são responsáveis pela colheita que os professores que não quiserem semear também vão colher.

Fonte da imagem: www.nopatio.com.br

2 Comments

  • Reply Demara Soares setembro 9, 2015 at 10:51 pm

    O meu único problema com greves é que os prejuízos acabam sendo, muitas vezes, maiores do que as conquistas. Fora isso, acredito que todas as categorias tem o direito de reivindicar principalmente sobre melhores condições de trabalho.
    Xerim 🙂
    http://www.trilouca.com
    Meu canal: http://www.youtube.com/user/blogtrilouca

  • Reply Daniele Leite setembro 10, 2015 at 3:15 pm

    É Demara, concordo com você quando diz que algumas vezes os prejuízos são maiores. Mas não acho justo prejudicar os alunos. Dois calendários, principalmente para quem trabalha e estuda ou vem de muito longe para assistir aula , é bem cruel.

  • Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.