UM CORAÇÃO COMO O CORAÇÃO DE DEUS

Share

UM CORAÇÃO COMO O CORAÇÃO DE DEUS

Essa semana comecei a ler o Livro ‘Simplesmente como Jesus’, de Max Lucado. Estou no primeiro capítulo e gostei muito da forma como ele começa o livro.

O título do primeiro capítulo é : Um coração como o dEle, referindo-se aqui ao coração de Deus.

Ele usa uma comparação bem contundente para exemplificar a nova vida que temos em Cristo, mas que muitas vezes não conseguimos exercer e começa com uma pergunta: – E se, por um dia, Jesus fosse você?

Depois outros questionamentos a partir da pergunta inicial são levantados. Como seríamos se Jesus tomasse o nosso lugar por um dia? Se ele vivesse a nossa vida?  As pessoas notariam alguma mudança? Trataríamos todas as pessoas da mesma forma?

Acho que muita coisa mudaria e é isso que Deus deseja fazer conosco. Ele deseja que haja em nós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus. Ele deseja que tenhamos um coração igual ao seu. Isso é possível quando Jesus vem habitar e nós. Quando recebemos o seu Espírito, quando ganhamos a nossa nossa vida em Cristo.

Mas por que a mudança é tão complicada?

Mas por que será que não conseguimos ser como Jesus? Por que será que continuamos, muitas vezes,  com maus pensamentos? Por que será que sentimos raiva das pessoas, ou por que será que em outras tantas ocasiões nos achamos superiores  a ponto de humilharmos um semelhante? Por que ainda carregamos as dificuldades de nossa vida na terra? Jesus habita em mim, eu deveria ser diferente.

Para explicar esse conflito da vida cristã o autor utiliza uma pequena história:

Uma senhora possuía uma pequena casa no litoral da Irlanda na virada do século. Ela era rica, porém econômica. Então as pessoas ficaram surpresas quando ela decidiu estar entre os primeiros que teriam eletricidade em sua casa.

Várias semanas após a instalação, um leitor de medição apareceu à porta. Ele perguntou se a eletricidade estava funcionando bem e ela respondeu que sim. “Estou intrigado, e gostaria que a senhora me explicasse uma coisa’, disse ele. “Seu medidor demonstra que a senhora quase não usa eletricidade!”

“Certamente”, respondeu ela. “Todos os dias, quando o sol se põe, ligo minhas luzes tempo suficiente para acender meus candelabros; então as desligo”.

Ela possui eletricidade, mas não utiliza. Sua casa está conectada porém permanece inalterada.

E nós? Será que não fazemos a mesma coisa? Somos ricos da luz de Deus, a luz do mundo, Cristo em nós e talvez estejamos querendo usar a nossa própria fonte. Se fizermos isso permaneceremos inalterados. Salvos pela graça. Confiantes em Cristo para salvação, mas resistentes à transformação. Ocasionalmente ligamos a luz, mas a maior parte do tempo preferimos ficar na penumbra.

Algo muito grandioso aconteceria se ligássemos todas as luzes e andássemos na luz. Se vivêssemos a vida que Deus preparou para nós em Cristo. Mas o fato é que a maioria das vezes preferimos a nossa própria iluminação, à luz da sabedoria humana, longe da sabedoria do alto.

Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz
Efésios 5:8

E como então, deixar-se transformar?

A resposta é simples: passando mais tempo com Jesus. Como fazer isso? Lendo sua Palavra, orando e observando como Jesus reagia em cada situação que lhe era apresentada. Precisamos olhar para Cristo, para assim sermos transformados à sua imagem e ter um coração como o coração de Deus.

Palavra do dia: Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. 2 Coríntios 3:18

2 Comments

  • Reply Isabel Borgert junho 29, 2016 at 2:16 am

    Admiro muito a seu comprometimento com Deus.
    O mundo está cada vez mais carente de pessoas tementes a Deus, para que a Terra possa progredir.
    Lindo post, cada vez mais me surpreendo com a delicadeza do seu trabalho e o respeito pelo que faz.
    Bj grande e sucesso sempre!!
    Ótima quarta- feira.

    • Reply Daniele Leite junho 29, 2016 at 11:49 am

      Eu acredito que se as pessoas procurassem realmente obedecer mais a Deus, teríamos um mundo um pouco melhor.
      Eu fico muto feliz que tenha gostado e que admire o que faço. Só posso agradecer a Deus!!
      Obrigada a você também!!
      Grande abraço!!

    Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.