Não estou na moda e não sou menos fashion por causa disso

Share

Não estou na moda e não sou menos fashion por causa disso

Essa semana eu estava aqui vendo o que há no meu guarda-roupa e vi que há muita diversidade. Alguns itens pertencem estão na moda,  outros , segundo a moda estão fora de moda, mas uso mesmo assim e dessa observação e reflexão nasceu esse post. Nele quero suscitar algumas reflexões sobre o ato de vestir e sobre a liberdade que devemos ter, além das aparências, além da ditadura , além da moda.

Somos visuais e altamente influenciáveis

a moda

O ser humano ama coisas que remetam ao belo e se ago que visualiza provoca essa sensação de beleza, e quando o assunto é roupa não é diferente, o mesmo fica tentado a possuir. Mas há um outro lado, o cruel apelo da publicidade , que faz até o que achamos nada agradável e funcional parecer belo e útil só porque todo mundo está usando.

Ativar alguns filtros no seu cérebro ajuda muito a evitar que você compre o que nada tem a ver com você, que faça papel de ridícula usando uma peça esquisita só porque a famosa fulana de tal está vestindo e gaste seu dinheiro com algo que vai ficar preso dentro do seu guarda-roupa.  Perguntas que podem ajudar:

  • Como estou me sentindo hoje?
  • Para onde eu vou?
  • O clima pede o quê?
  • Vou passar mais tempo sentada ou pé? (Vai por mim responder essa pergunta pode salvar seus pés e sua barriga)
  • Por quantas horas , minutos ficarei vestida nessa roupa?

As respostas nos ajudam a ver o que nos deixará mais confortáveis e bem. Imagina ir para um evento, no qual você ficará a maior parte do tempo sentada, com uma calça jeans super apertada? No fim do dia a sua barriga estará cheia de pequenos hematomas (já aconteceu comigo rsrs)

Fiel aos seus valores e princípios

Eu nunca gostei muito de roupa muito curta e até tentei, na adolescência, diminuir o comprimento de alguns shorts, mas me sentia terrivelmente fora do meu lugar.

Nada contra shorts curtos, mas eu me olhava com eles e não me sentia eu, então porque forçar a barra só porque uma amiga sua diz por exemplo que ficou lindo? Se você se sente péssima com uma roupa, não vista. Nada pior que se sentir mal por uma coisa que podemos escolher não sentir.

Tudo começa na sua mente

Aquela produção incrível não ficará tão incrível assim se o seu humor estiver péssimo. Lembro-me de algumas vezes que eu estava vestida e maquiada, mas minha cara estava tão para baixo que a roupa não ajudava em nada.

A minha cara de “sofrência” estragou meu look. Sei que não podemos controlar muitas das coisas que acontecem ao nosso redor, mas devemos nos livrar de alguns sentimentos tolos que só nos envelhecem e adoecem, como a raiva e mágoa por exemplo. Livrar-se deles é rejuvenescer dez anos.

Invente mais e use a sua criatividade

Crie sua própria moda, por que não? O seu guarda-roupa é uma caixinha de peças tipo lego que você pode combinar à vontade a fim de criar combinações incríveis e que reflitam a sua personalidade.

A foto abaixo é de um look que amo, pois é confortável , em primeiro lugar e tem um certo estilo. Apesar de eu quase não mais ver pessoas usando esse tênis flatform (e eu não acho ruim) pois acredito que já saiu de moda, não estou muito preocupada com o que vão pensar.

não estou na moda

Descombine de vez em quando

Gosta de combinar? Todo mundo ama, mas combinado demais pode parecer ultra-doce tipo aqueles quiosques de balinhas, acho que enjoa. Mas é só um opinião minha. Então permita-se usar combinações que nunca fez antes.

Eu gosto muito de pegar peças um tanto clássicas e jogar algo mais despojado para quebrar a seriedade de tal peça. Por exemplo, uma calça de alfaiataria com uma T-shirt bem fofinha e básica. E o estilo vai justamente da sua habilidade, desenvolvida com a prática, de discordar do óbvio, de acrescentar detalhes e itens que são seus, que vêm das suas ideias.

Mais leveza

não estou na moda

O ato de se vestir nunca deve ser algo que cause estresse , por isso descomplique na hora d escolher a roupa. Se você acordou com vontade de vestir apenas uma calça jeans , um tênis e branco e uma camiseta cinza, vá em frente. Ao se olhar no espelho , se aquela combinação a deixou extremamente bem humorada , melhor ainda.

 

Ser feminina, bem cuidada e bonita não quer dizer que você tem que estar sempre de salto alto, cabelo escovado e maquiada ao extremo. Você. pode ser linda e bem cuidada, amando-se primeiramente. Esse amor próprio puxa tudo o mais.

Um salto alto tem muito poder sim, mas você não precisa dele para se sentir poderosa, se esse poder não estiver dentro de você não há salto que ajude. Você pode ser incrível de jeans e camiseta e com pouca maquiagem, basta que de você desabroche o mais gentil , puro e doce sorriso, expressão de um coração alegre.

Palavra do dia: O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate. Provérbios 15:13

 

2 Comments

  • Reply Samela Alves novembro 5, 2017 at 2:05 pm

    Sou de fases as vezes gosto de usar o que está na moda, outras não uso nada do que está na moda. Sempre uso o que eu acho bonito e confortável independente de está ou não na moda.

    http://www.diferentesou.com.br

    • Reply Daniele Leite novembro 5, 2017 at 2:07 pm

      Também sou assim Samela. O que vale mais é estarmos bem dentro da roupa que vestimos, independente do que dizem ser certo ou não para a estação. Podemos fazer nossa própria moda hehe
      Bj! Bom domingo!

    Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.