café derramado

De quem é a culpa? Reflexões sobre atos e consequências

Share

De quem é a culpa? Reflexões sobre atos e consequências

Ontem eu estava pensando com os meus botões sobre um tema que acho recorrente em todas as esferas que circundam a existência humana : a culpa.  Estamos sempre culpando aos outros, mas nunca a si próprios, exceto quando a culpa se confunde com remorso.

 

O significado da palavra culpa

De acordo com o dicionário Priberam da Língua Portuguesa, culpa tem as seguintes acepções: 

1. Falta voluntária contra o dever; omissão; desleixo.

2. Causa (de mal ou dano).

3. Imputação.

4. Delito; crime; pecado.

A culpa nos relacionamentos

 menina com cachorrinho no sofá

Muitos são aqueles que se culpam por coisas que fizeram e por coisas que deixaram de fazer. Por esta razão,  não devemos deixar de fazer o bem, se está nas nossas mãos fazê-lo, a fim de que a culpa não nos atormente e depois venhamos a sentir remorso por conta as nossas atitudes. Mas devemos fazê-lo não por obrigação ou convenção social, mas porque realmente nos importamos.

Há uma  diferença entre ajudar e fazer papel de bobo, por isso não se sinta culpada, por exemplo, de dar um basta nos sanguessugas emocionais ou materiais, que só procuram você quando precisam e depois esquecem que você existe. Em um outro texto que escrevi aqui no blog : SER BOM NÃO É SER BESTA, falei sobre esse assunto.

No começo das contas e não no final delas, é sempre bom pedir a Deus sabedoria antes de tomar qualquer decisão e não deixar o nosso enganoso coração nos guiar, pois muitas vezes ou fazemos papel de tolos ou agimos sem misericórdia.

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?
Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.
Jeremias 17:9,10

Assumindo a culpa

Há uma frase de Confúcio, filósofo e pensador chinês, que viveu entre 552 re 479 a.C, que diz: “O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros”.

Não é difícil a história humana encontramos diversos exemplos de pessoas que não assumem a culpa, apenas atribuem a outrem. Se cometem algum erro no trabalho, culpam o sistema, culpam a pessoa da limpeza, mas jamais buscam achar os possíveis erros que tenham cometido, mesmo que não tenham cometido nenhum. Se não cometerem nenhum, melhor ficarem calados, é mais sábio.

No início de tudo, em Gênesis, vemos um exemplo clássico dessa prática de jogar a culpa no outro:

Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore, e eu comi.Perguntou o Senhor Deus à mulher: Que é isto que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente enganou-me, e eu comi.
Gênesis 3:11-13

No final a culpa foi atribuída à serpente, quando na verdade quem decidiu comer foi Eva. Não que a serpente não tenham culpa, mas Eva também tem e não assumiu. Mas como vimos, Adão passou a bola da culpa para Eva, que a transferiu para a serpente, mas ninguém assumiu a culpa.

Examine-nos mais

A Bíblia nos diz que se julgássemos a nós mesmo não seríamos julgados. O que acontece é que frequentemente estamos julgando os outros, mas nunca a nós mesmos e quando fazemos isso nos esquivamos de nos colocar no lugar das pessoas , de sermos empáticos e acabamos cometendo injustiças.  Ninguém assume  a culpa, mas todos são ávidos na hora de cobrar.

Alguns conselhos

  • Examine-se mais, procure pensar no sofrimento do outro antes de sair criticando de forma inconsequente;
  • Dê tempos às pessoas e dê o seu tempo às pessoas também quando necessário;
  • Procure ajudar sempre, mas peça sabedoria a Deus para identificar e evitar os aproveitadores;
  • Não queira ter razão, procure estar em paz, mas isso não significa que você deva concordar com tudo e todos;
  • Prefira o silêncio na hora da dúvida, pois isso o livrará de muitos dissabores

Palavra do dia: Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. Tiago 4:17

No Comments

Deixe aqui o seu comentário e se tiver um blog deixe também o link para eu poder visitá-lo.